Investir em Portugal

o portal da ruralidade contemporânea

Um monumental equívoco

Thursday, May 31 2007 11:12
O imobilismo de Portugal contrasta com a imaginação e ousadia das autoridades de Castela-Leão

Ocasiões existem em que nos vemos obrigados a abordar temas passados, de forma recorrente. É o caso de notícias recentes, veiculadas pela comunicação social, segundo as quais não há contrapartidas nacionais à recente decisão de Espanha em reabrir, numa primeira fase ao tráfego turístico, um troço ferroviário tocando a fronteira de Portugal. Com um orçamento de 25 milhões de euros, aprovado pelo Governo de Madrid, perspectiva-se (2010) a reactivação do troço de 78km, compreendido entre Fuente de San Esteban e Barca de Alva, faltando apenas a reabilitação dos 28km separando a fronteira do Pocinho, para restabelecer-se a ligação directa, do Porto a Salamanca e à Meseta Central, absurdamente interrompida a partir de 1985.

texto completo em Expresso

Seminário sobre biocombustíveis

Wednesday, May 30 2007 09:10
A Confederação dos Agricultores de Portugal vai realizar a 5 de Junho, em Santarém, um seminário subordinado ao tema "Biocombustíveis Líquidos e as Oportunidades para a Agricultura Nacional".
A 6 de Junho e em conjunto com a Federação dos Produtores Florestais de Portugal e o grupo Portucel Soporcel levam a cabo, no âmbito do programa da Feira Nacional de Agricultura de 2007, o seminário Aproveitamento de Biomassa Florestal para Fins Energéticos (ficha de inscrição).

Abaixo Filosofia Garfield

Monday, May 28 2007 05:06 "A noção de que a investigação e o conhecimento são inúteis, e de que nem a investigação nem o conhecimento (nem as ideias) se comem, ou não se comem logo no dia seguinte, está na origem do atávico atraso português. E ironicamente, também da nossa barriga vazia."

Manuel António Pina
Esta frase decora o topo do Inovação ... dá que pensar!

Resumindo, a filosofia Garfield não dá bons frutos!!! É necessário apostar no conhecimento e procupar-se com o que nos rodeia, mesmo que aparentemente não nos diga respeito.



O problema está detectado (falta de investigação e conhecimento). Esta falha tem a agravante de estes dois conceitos serem traves-mestras do futuro, não fosse esta a Sociedade do Conhecimento e do Saber ...

Portugal ocupa o 34º posto, entre 125, no Fórum Económico Mundial. As causas apontadas para esta classificação são:
  1. falta de sofisticação nos negócios,
  2. fracos processos produtivos,
  3. deficientes estratégias de Marketing,
  4. receio em delegar.
Solução reinventar as nossas organizações.

Cinco princípios fundamentais, para sobreviver aos mercados em constante mutação:
  1. Melhorar as condições de trabalho: segurança, higiene, saúde

  2. Criar estruturas organizacionais que confiram maior autonomia aos colaboradores

  3. Apostar na progressão nas carreiras com base no mérito

  4. Estabelecer horários flexíveis

  5. Aproveitar as potencialidades das novas tecnologias ao nível: da gestão, da organização e da formação.

Estes princípios não são mera teoria, são linhas orientadoras provenientes da prática ... O mundo mudou ... ou se entende isso ou se encosta, que atrás vem gente.


"O negócio hoje não é dinheiro, é informação"
Peter Druker

À boleia

Monday, May 28 2007 12:17
O transporte colectivo alternativo aos transportes públicos!

É económico, é ecológico e é sociável!

A ideia vem da Bélgica e está em funcionamento em Portugal em deboleia.com.



Uma iniciativa que merece nota positiva.

Augusto Mateus

Saturday, May 26 2007 11:02
O Prof. Augusto Mateus deu uma entrevista ao programa Balanço & Contas da RTP2.

Um vídeo a não perder.

NOVAS OPORTUNIDADES: EMPREENDEDORISMO EM PORTUGAL

Friday, May 25 2007 01:28

Louco, génio e humano (racional e sentimental)- Tríade da Inovador

Friday, May 25 2007 12:55

“Aqui estão os malucos, os desajustados, os rebeldes, os causadores de problemas, o pino redondo no buraco quadrado, aqueles que vêem as coisas diferentes. Eles não seguem as regras, eles não tem nenhum respeito pelo status quo. Você pode citá-los, não concordar com eles, você pode glorificá-los ou odiá-los, mas você não pode ignorá-los, porque eles mudam as coisas. Eles empurram a raça humana em frente, e enquanto alguns os vê como malucos, nós vemos gênios, porque as pessoas que são malucas o suficente para pensar que podem mudar o mundo, são justamente as pessoas que irão fazê-lo.”

Apple Computer, Setembro de 1997.

Acompanhando o espirito mais ligeiro do Frederico, que até nos trouxe um poema, deixo este anúcio penso ser inspirador ...

Inovar, ser louco, ser génio, rebater o comum, caminhar pelas veredas abandonadas, procurar ser mais, ser tudo no pouco que se faz ...

... estas são idéias soltas que me ficam ao ver esta publicidade! ... penso que inovar passa por uma agregação delas todas. Inovar não é algo apenas racional, tem muito de sentimento, de inspiração ... de humano.

Poema de Joao Ferreira(*)

Friday, May 25 2007 09:43


Inovar é um desafio permanente
Colocado a cada dia e a cada hora
Inovar é caminhar um passo à frente
Aceitar o risco que é latente
É espalhar ideias de mil formas

Inovar não é mais do que parir
Um fruto de um sonho cor de rosa
Inovar é dar corpo e dar formato
Ao bizarro, absurdo e caricato
Conjugado numa ideia luminosa

Nós temos de ser postos à prova
Assume o risco
Inova...


(*) Taxista em Lisboa

in Inovar.te 4

Almeida Santos sobre a OTA

Thursday, May 24 2007 01:53
«Um aeroporto na margem sul tem um defeito: precisa de pontes. Suponham que uma ponte é dinamitada? Quem quiser criar um grande problema em Portugal, em termos de aviação internacional, desliga o Norte do Sul do País» (Lusa via RTP Online, 24.5.2007)

"Europa precisa de novos desafios ao nível da ciência e inovação"

Wednesday, May 23 2007 10:14 Desenvolvimento e Inovação
"Europa precisa de novos desafios ao nível da ciência e inovação"
A ideia foi defendida pelo comissário europeu para a Sociedade de Informação que entende que a Europa deve continuar a desenvolver esforços no sentido de se tornar o território mais competitivo do mundo.

Carlos Zorrinho, coordenador do Plano Tecnológico, defendeu ontem em Guimarães a ideia de uma Capital Europeia da Inovação como uma forma de incentivar a investigação e a inovação no território europeu.

Para além de Carlos Zorrinho, esteve também presente o secretário de Estado da Ciência e da Tecnologia, e ainda o comissário europeu para a Sociedade de Informação, num encontro que reuniu em Guimarães representantes de 15 laboratórios europeus de investigação (os chamados Living Labs).

As várias intervenções do encontro focaram de forma transversal a necessidade de aproximar o desenvolvimento tecnológico e a inovação dos cidadãos, promovendo o crescimento e a criação de emprego – objectivos fundamentais da Estratégia de Lisboa.

A rede europeia de Living Labs pretende ser uma oportunidade importante para alcançar aqueles objectivos, mediante o estabelecimento de desafios concretos. O comissário Ulf Dahsten lançou exemplos como a criação de sistemas de energia e de transportes não poluentes ou ainda a necessidade de criar um sistema de saúde inovador que tenha em consideração o aumento da população idosa em toda a União Europeia.

O seminário decorre até amanhã, 23 de Maio.

in reflexodigital.com
See Older Posts...