Invest in the Countryside of Portugal

o portal da ruralidade contemporânea

Tabuaço: o coração do Douro romântico

Localizada no coração do Douro romântico, a vila merece visita quanto mais não seja para apreciar a paisagem do Vale do Rio Távora. Sede de um concelho que é grande produtor de vinhos - do Porto e de mesa - nas proximidades da sede do concelho, a par das aldeias típicas e de alguma monumentalidade, há fartura de locais com paisagens paradisíacas.
Tabuaço beneficia de uma particularidade orográfica. Metade do concelho está ligado ao Rio Douro, com a sua paisagem exuberante e única, património da humanidade, e outra metade, que é muito mais beirã, tens condições únicas para a prática de turismo de natureza. O concelho beneficia também de ter uma porta fluvial de entrada no rio Douro, a Foz Távora, com forte apetência para a prática de desportos náuticos.
A sua distância aos mais importantes centros urbanos, recentemente colmatada com a construção de novas vias rápidas, preservou intactos aspetos culturais, etnográficos, património e paisagem. Tudo isto potencia um conjunto de investimentos em áreas poucos desenvolvidas noutras regiões, como o turismo religioso e espiritual, os trilhos naturais, o turismo gastronómico e, claro, todas as atividades associadas a uma paisagem única, trabalhada pelo homem ao longo dos séculos e que tem como virtude ser a primeira região demarcada do país. De referir a qualidade ímpar do seu azeite, das suas uvas, das cerejas graúdas e saborosas e suas maçãs, castanhas ou amêndoas.
Terra, velha de séculos, está repleta de motivos de interesse. Por todo o concelho, há vestígios arqueológicos riquíssimos, desde os primórdios da época pré-histórica à ocupação romana.
Mas, talvez a maior riqueza patrimonial de Tabuaço seja o seu património natural. Paisagem sem igual, forte nos seus contrastes entre a serra e o vale, entre os tons de verde e amarelo da vinha e os azuis da água e do céu, as encostas de vinhedos e socalcos a perder de vista ou as cerejeiras em flor, na Primavera, saúdam e fazem as maravilhas dos locais e dos visitantes.